Vantagens Da Era da Informação – Ganhe a Guerra Por Visibilidade

marketing-vendas-diretas

Na Era da Informação, todo empreendedor sabe que precisa se adaptar constantemente à atual forma de interação social midiática. Aqui nesse artigo, vamos entender como qualquer pessoa pode se beneficiar nessa guerra por visibilidade.

Acompanhe-nos agora para entender essa estratégia de marketing que vai aguçar seu senso de empreendedor.

10) COMO SE BENEFICIAR DA GUERRA POR VISIBILIDADE.

A guerra por visibilidade faz com que as empresas adotem estratégias inteligentes para contar sua história ao mundo. Mas qual é a forma de obter lucro com pouco investimento?

internet-vendas

Nós sabemos que existem muitas estratégias de marketing, mas agora vamos falar de uma em especial que, além de estar apoiada em um modelo comprovado, ainda turbinou o seu crescimento exponencial na era da informação.

Eu e você podemos ser pessoas “comuns”, físicas ou jurídicas, que vislumbram o potencial de ganhos impressionantes quando se trata de participar de um modelo de negócio já estabelecido no sucesso.

Um modelo de negócio que pauta seu lucro no que existe de mais essencial entre nós: a interação entre seres humanos.

Vamos fazer uma breve explanação sobre dois tipos de empresas:

1ª – Aquela que investe pesado em marketing e que você não tem participação alguma.

2ª – Aquela que confia às pessoas, como eu e você, a estratégia de marketing. Ou seja, aquela onde você ganha.

A avalanche de produtos lançados todos os meses, impulsionados pelo avanço tecnológico, faz com que as empresas precisem de enormes investimentos para competir com seus concorrentes, certo?

O 1ª tipo de empresa (onde você pode ser funcionário/empregado), vai gastar milhões com propagandas em todos os tipos de mídias possíveis.

Ela vai manter um “salário fixo” para aqueles que trabalham nela e parte do lucro será reinvestido em marketing, onde você não tem ou terá nenhum tipo de participação.

O 2º tipo entende que a qualidade dos seus produtos está acima da média e que, em vez de investir bilhões em propagandas, confia que eles serão divulgados por pessoas “comuns”, através da recomendação espontânea ou direcionada.

Esse modelo de negócio desde os seus primórdios no final do século XVIII, na Inglaterra, com a venda de “porta em porta” da Enciclopédia Britânica, não parou mais de crescer.

Essas são as empresas que dividem seus lucros com você.

Sim, estamos falando de empresas que adotam o sistema de vendas diretas. Mas se você está pensando nos moldes antigos, os de catálogos e visitas diárias, esqueça, hoje isso está bem diferente.

As novas formas adotadas para obter lucro com pouco investimento estão bem diante dos nossos olhos.

Era da Informação e a Nova Economia

social-nova-economia

A internet e todos os canais de comunicação estão explodindo de maneira exponencial e, a cada dia mais, representam um contato direto com aqueles nos quais confiamos.

Você provavelmente já observou que damos mais atenção aos produtos recomendados por um colega do que àqueles que aparecem no intervalo da programação de TV.

Adotando parceria com os seus consumidores/clientes para divulgar a suas marcas e produtos, as empresas de vendas diretas foram destaque durante vários cenários de crise mundial.

Elas não foram afetadas. Porque será?

Segundo a Abevd (Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas), este mercado movimentou no Brasil, em 2016, uma significativa quantia de R$ 45,7 bilhões. – Jornal do Comércio

Esse tipo de estratégia, além de se adequar perfeitamente à Nova Economia, é também extremamente eficiente porque a propaganda boca-a-boca continua funcionando melhor que qualquer outra forma de promoção.

Já pensou poder participar desse modelo de negócio que só cresce, sem precisar se atormentar em abrir empresa própria, virando escravo do seu próprio negócio?

Já pensou em se capacitar gratuitamente, fazer parte de uma rede de pessoas que se apoiam em todos os momentos, garantindo a liberdade financeira de maneira honesta?

O melhor é que você pode fazer parte disso tudo sendo uma “pessoa comum”, um empreendedor associado, sem as mil dores de cabeça que enfrenta um dono de empresa (ainda mais no Brasil…).

Círculos de Confiança – Visibilidade Certa

circulo de confiança

Clientes que recomendam produtos e serviços em seus círculos de relacionamento obtêm êxito por serem pessoas de confiança.

O uso massivo das redes sociais tem contribuído enormemente com esse tipo de divulgação, esse é um dos maiores benefícios da era da informação.

Um amigo dificilmente irá lhe sugerir que compre um chinelo qualquer que arrebente na primeira semana, certo? E se ele fizer isso, vai perder a sua confiança. Concorda?

Então, vamos pensar em larga escala, o que significa isso para uma empresa que adota esse modelo de propagação.

Empresas com mais de 60 anos de existência, que adotaram como principal estratégia de vendas o famoso “boca-a-boca”, apoiados na confiança tanto dos produtos quanto de seus clientes e promotores, hoje estão no topo do ranking de empresas que lucram e dividem seus lucros com pessoas como nós.

Por ser essa uma técnica efetiva, essas empresas fornecem todo o suporte corporativo, treinamentos presenciais e virtuais para o cliente que decidir empreender apoiado nessa estrutura.

Como empreendedor, significa que você pode receber todos os benefícios de construir um negócio próprio sem os altos investimentos e riscos típicos de se montar um negócio do zero.

Não é falácia. Temos aqui todos os dados que você precisar de fontes seguras e inquestionáveis de órgãos regulamentados para provar isso.

Até o próximo artigo!

 

Perfil do Empreendedor. Como Conseguir Um?

empreendedores trabalhando

Neste artigo vamos analisar mais a fundo o perfil do empreendedor e encorajá-lo a conseguir todas as qualidades necessárias para se tornar um profissional independente.

Planejamento de Carreira e Sucesso Profissional não começam na escola. Pense um pouco: educação de massa, estrelinhas e troféus? Quantos profissionais de sucesso você ouviu falar que não eram bons alunos na escola?

Para planejar seu futuro precisamos começar por encarar as limitações do ensino tradicional. Não negamos a importância da formação acadêmica.

O problema é que a maioria das escolas se baseia em modelos preestabelecidos, em métodos que adequam o estudante ao mercado de trabalho tradicional.

E onde fica o empreendedor? A visão de futuro, a liderança, a comunicação, o trabalho em equipe visando resultados, a transcendência para o sucesso e ainda, o desenvolvimento de capacidades internas como autoconfiança, poder de transformação e outros, tão necessários ao planejamento do futuro profissional que quer ser dono do próprio nariz?

Quebre os seus próprios limites e projete aquilo que você quer ser. Sua prosperidade depende somente de vontade e ação.

Assista ao Vídeo Exclusivo sobre esse tema e leia o artigo completo abaixo para conhecer mais 10 Características do Perfil do Empreendedor, segundo as pesquisas mais importantes dos últimos tempos.

9) PROJETANDO AQUILO QUE VOCÊ QUER SER.

  • Qual é o tamanho do seu sonho?
  • Qual é a magnitude do seu projeto?
  • Quais são os seus reais objetivos, sem falsa modéstia?
  • Você se acha capaz de realizar seja lá o que idealizar?

Se você não conseguir responder essas perguntas, fique tranquilo, você não é o único, é o efeito colateral da exposição à educação de massa.

organização do empreendedor

Criatividade – Perfil do Empreendedor Visionário

Pense agora sobre o que você escutou relacionado ao planejamento de carreira e sucesso profissional. Alguém deixou você ser criativo depois dos cinco anos? Ou disseram que você deveria escolher uma profissão e se preparar para a faculdade?

A criatividade, embora seja fundamental para desenvolver novos processos, não é recompensada (pelo menos não como deveria) pelo sistema de ensino tradicional. Ele premia a obediência com estrelinhas e troféus em detrimento da individualidade e a autenticidade do indivíduo.

Alguns podem falar que é um mal necessário, mas o fato é que acaba sendo contraproducente a longo prazo. Dê uma estudada nas pessoas que se destacaram da multidão, a imensa maioria não tem nada de especial a não ser a própria visão, o próprio sonho e a determinação de realizar esse sonho.

Eles foram além do imaginado por todos e por isso ganharam um papel de destaque. Não estou falando de fama, não estou falando de ganhos financeiros, nada disso. Estou falando da quebra dos próprios limites e paradigmas e o quanto você está disponível para o novo, para o desconhecido.

No que se refere ao sucesso, as pessoas não são medidas pelos diplomas escolares que possuem, e sim pelo tamanho dos seus pensamentos e ideias.

Eles são o estopim que pode disparar uma reação em cadeia capaz de transformar vidas, o que nos leva automaticamente a analisar as palavras que falamos, inclusive para nós mesmos.

O que escutamos normalmente é que “não somos bons o bastante, “precisamos melhorar”, “você não é muito bom nisso…” e por aí vai.

As palavras são a matéria prima do pensamento, elas criam quadros e imagens na mente de quem as escuta ou lê, e aqueles que pensam “fora da caixa”, são especialistas em criar quadros promissores para si e para os outros.

Como você se vê daqui a cinco anos?

Melhor ainda, em qual patamar de realização você quer se encontrar daqui a cinco anos?

Esqueça a sua situação atual e projete aquilo que você quer ser, pois é desse jeito que o mundo vai lhe ver.

Estudos Sobre o Perfil do Empreendedor

O famoso psicólogo David C. McClelland, pesquisador de Harvard estudou cientificamente o comportamento humano e a relação com o progresso econômico (1961).

Para nortear o estudo ele criou o conceito “necessidade de realização”, que significa que indivíduos com maior ou menor senso de realização/motivação estariam afetando o progresso como um todo, em uma grande escala mensurável.

O resultado mostrou que pessoas com elevada necessidade de realização executam tarefas em prazos assustadores, destacando-se em melhor desempenho do que os demais.

As conclusões do psicólogo nos deram a oportunidade de entender com clareza que uma pessoa motivada é um importante fator que afeta o índice de desenvolvimento econômico.

McClelland estudou em pormenores as origens de necessidade de realização, da mesma forma como verificou as diferenças entre os países desenvolvidos e subdesenvolvidos. As semelhanças que a pesquisa revelou deram origem à base do comportamento empreendedor.

Traçando o perfil do empreendedor com um super questionário em 34 países (1972), até hoje é considerada uma das mais importantes pesquisas feitas no ramo. Siga lendo para ver a seleção de características do perfil empreendedor segundo as pesquisas de McClelland.

As 10 Características do Empreendedor para ajudar no Planejamento de Carreira e no Sucesso Profissional

leao simbolo empreendedor

1 – Oportunidades e iniciativas

2 – Exigência de qualidade e eficiência

3 – Persistência

4 – Independência e autoconfiança

5 – Correr riscos calculados

6 – Buscar informações

7 – Estabelecimento de metas

8 – Planejamento e monitoramento

9 – Comprometimento

10 – Persuasão e redes de contatos.

O quadro a seguir é o resultado de uma pesquisa bibliográfica intensa sobre Evolução das Características Empreendedoras de 1983 a 2010, apresentada no XXXV Encontro da ANPAD, em setembro de 2011.

O objetivo foi investigar a evolução das características empreendedoras citadas por diversos autores.

perfil do empreendedor estudos

estudiosos do empreendedorismo

Perfil do Empreendedor Contemporâneo

empreendedor atual

Estamos hoje caminhando, cada vez mais velozes, rumo à mutação das relações humanas. Com o advento das redes sociais e o acesso à Internet, é necessário observarmos como essa combinação afeta o nosso planejamento.

O planejando de carreira de um empreendedor de sucesso não pode excluir as novas premissas da inter-conectividade. Juntos, somos os empreendedores contemporâneos do século XXI.

Aqui no Você_Um Grande Negócio buscamos nos aproximar das qualidades e dificuldades do outro. Consideramos que o planejamento de uma carreira bem-sucedida deve começar por transformar/delinear o seu próprio perfil de empreendedor.

Nós trabalhamos com empresas parceiras que buscam a evolução de todos os indivíduos e o trabalho em equipe é a grande força motora.

Habitue-se a valorizar as coisas, a valorizar as pessoas e, sobretudo, a valorizar a si mesmo.

Encare seu trabalho como uma coisa grandiosa. Pense nele como algo realmente importante, ele é a plataforma onde você vai edificar e treinar as suas habilidades.

Repare que não estou falando em emprego, é o seu trabalho de vida que importa. Suas conexões, dedicação e contribuições voluntárias para com o outro.

Encare o perfil do empreendedor contemporâneo como qualidade a ser alcançada ou aperfeiçoada. Lembre-se que a nossa mentalidade atual funciona em conjunto, então conte conosco para qualquer questão que venha a ter!

Tudo está conectado! Tudo é uma coisa só!

Isso vai ajudar a não pensar em trivialidades e a se concentrar em objetivos realmente grandiosos, para que não se envolva em questões insignificantes. Junte-se a pessoas edificantes, que se ajudam mutuamente e acreditam que o sucesso do outro, é também o seu.

Tenha como ponto central da sua vida os seus valores positivos; com eles norteando o seu caminho nunca haverá frustração, nunca haverá derrota e sempre haverá crescimento.

“Engrandeça-se Pensando Grande!” David j. Schwartz

Fontes:

FILARDI, F. et al. Desde os primórdios até hoje em dia será que o empreendedor ainda faz o que schumpeter dizia? evolução das características empreendedoras de 1983 a 2010. DataGramaZero, v. 12, n. 6, p. A03, 2011. Disponível em: <http://www.brapci.inf.br/v/a/11504>. Acesso em: 02 Jan. 2018.

Frazão Silva, Lucas, Lorençato Bassani, Carolina, Evolucionismo: a face oculta do empreendedorismo. BBR – Brazilian Business Review [en linea] 2007, 4 (Enero-Abril) : [Fecha de consulta: 2 de enero de 2018] Disponible en:<http://revele.com.veywww.redalyc.org/articulo.oa?id=123016619004> ISSN

 

Aprenda a Vencer o Inimigo Número Um do Sucesso

inimigo do sucesso

O inimigo número um do sucesso está presente nas nossas vidas quase o tempo todo. Veja como ele atua:

– A nossa sociedade o cultua como um deus (consciente ou inconscientemente) por uma simples razão: ele faz com que todos andemos “na linha”.

– É ele que impede as pessoas de reconhecerem uma boa oportunidade.

– Ele desgasta a sua vitalidade e faz com que você engula o “famoso sapo” quando se depara com alguma injustiça.

– Ele é uma força poderosa que de algum modo impede que as pessoas consigam o que desejam na vida, deixando claro o motivo por que milhões de pessoas realizam e desfrutam pouco.

– Esse inimigo impede até que pessoas iniciem um negócio próprio.

Calma, já vou dizer qual é o inimigo número um do sucesso, mas seria interessante se você tentasse identifica-lo antes mesmo de eu mencioná-lo.

O sucesso pode acontecer em qualquer atividade, em qualquer circunstância na sua vida, mas o inimigo número um estará sempre lá, espreitando tudo o que você faz e ainda dizendo que estará ali para te ajudar!

inimigo numero um do sucesso

Você tem que aprender a identificar e a lidar com ele, não acreditar na falsa promessa de ajuda e enfrentá-lo para talvez mais tarde descobrir, que ele é apenas um fantasma criado por sua mente.

É como um pesadelo que pode parecer bem real no momento em que ocorre, mas assim que você acorda, percebe que era apenas uma ilusão.

Se já leu sobre o Mito da Caverna de Platão, então já sabe do que estou falando.

Descobriu o inimigo número um do sucesso?

É o medo.

Medo de todos os tamanhos, de todos os tipos. Medo do que vão falar, medo de ser rejeitado, de não pertencer à multidão, medo do fracasso, medo até do próprio sucesso!

É incrível como as pessoas perdem um tempo precioso das suas vidas temendo o pior! É por isso que a maioria fica num emprego sem satisfação alguma e é por esse mesmo motivo, que empreender e prosperar não é para todos.

Assista ao nosso Vídeo Exclusivo sobre esse tema. Inscreva-se no Canal e conte-nos se o nosso conteúdo está sendo relevante para você.

8) VENCENDO O INIMIGO NUMERO UM DO SUCESSO.


Acho que o maior medo deveria ser o de evoluir e ficar exatamente onde estamos. Os sentimentos de decepção podem nos afogar ou moldar.

Todavia, o maravilhoso desse fato, é o seu poder de decisão sobre o rumo que tomará a sua vida depois de cada acontecimento. Nós temos essa liberdade, então podemos escolher por trilhar um caminho sem medo.

Quero que você tenha em mente uma coisa muito importante para ser lembrada durante toda a sua vida: ninguém nasce autoconfiante. Você nasce inocente, mas não autoconfiante. A confiança é algo que se desenvolve, que se pratica.

Em cada episódio da sua vida onde estiver presente o medo, você vai precisar agir.  Não existe um antídoto melhor para o medo do que a ação.

Geralmente temos uma ação específica para solucionar cada situação de medo. Desde o medo de ter problemas de saúde, até o medo de perder um grande cliente ou reprovar num exame importante.

Por outro lado, se ficarmos indecisos ou adiando essa ação, vamos alimentar ainda mais o medo. De qualquer maneira, agir para exterminar o medo é uma das regras de ouro para empreender e alcançar o objetivo.

Você precisa agir para se preparar, agir para solucionar. Determine com exatidão do que é que você tem medo e depois de identificado, comece a trabalhar nele para que deixe de ser “uma pedra no seu caminho”.

O Medo Líquido – Pior Inimigo do Sucesso

inimigo numero um do sucesso

Zygmunt Bauman, sociólogo e filósofo, inicia o seu livro Medo Líquido, dizendo que a ciência já provou inúmeras vezes que nós temos medos de perigos e ameaças assim como todos os animais. É o instinto de sobrevivência. Porém, os humanos sofrem uma espécie de “medo secundário”.

Seria um medo “reciclado”, que provém da esfera social e cultural, o medo modelado pelas experiências e consequentemente, filtrados por outras pessoas e passados de geração em geração.

Esse medo também chamado de “medo de segundo grau”, modela o comportamento humano mesmo que uma ameaça ou perigo não esteja presente, nos torna pessoas medrosas sem saber exatamente por quê.

Segundo o estudo de Bauman, esse medo nos deixa vulneráveis e suscetíveis às memórias da sociedade. (pág. 9)

É como se pudéssemos ser atingidos a qualquer instante e sofrermos as mesmas dores que outros já sofreram. Vivemos uma intensa sensação de insegurança.

Se abraçarmos todos os medos, que são reflexos inconscientes de coisas que nem estão acontecendo conosco, tenderemos a reagir de forma ostensiva, repressora e até ameaçadora, sem nenhuma causa aparente.

O pior medo é aquele que não podemos ver, é abstrato, difuso, uma ideia preconcebida de nós mesmos e do mundo.

Nas palavras de Bauman sobre esse tipo de medo: “tendo assolado o mundo dos humanos, o medo se torna capaz de se impulsionar e se intensificar por si mesmo” (p.172).

Se você nunca pensou nesse medo como o inimigo número um do sucesso, de modo geral, então pense nas suas reações ao encontrar alguém novo, ou ao iniciar um desafio, ou colocar em prática uma ideia inovadora.

Lembre-se: para construir ativos que gerem renda passiva é preciso pensar a longo prazo e plantar uma nova semente todos os dias.

Elimine O Medo Através da Memória

escolher memórias de sucesso

Nesse processo uma das coisas que você tem que tratar com imenso cuidado é a sua memória. A memória é como um banco de dados que vão se acumulando com o passar do tempo.

Dependendo das suas vivências, alguns traumas ficam ali atrapalhando e confundindo ao tomarmos alguma decisão.

Por exemplo, na minha fase de criança e adolescente passei por situações bem difíceis, chegando a ponto de não ter o que comer. A minha memória foi guardando essas informações e meu cérebro começou a agir no “modo escassez”. Sempre que eu ia comer alguma coisa me assegurava de dividir em duas porções, uma para comer na hora, e a outra para comer depois. Tudo bem, aquilo era útil naquele momento!

O tempo passou e depois de muito trabalho duro a minha situação de vida finalmente começou a mudar, mas mesmo hoje em dia, quando vou ao supermercado, penso em comprar qualquer produto duplicado, um para consumir, e um para estocar.

É por isso que faço exercícios mentais, meditação e cuido o tempo todo dos pensamentos que coloco na minha mente e que se tornarão parte da minha memória, para não deixar que o passado tire o frescor do presente e atrapalhe as infinitas possibilidades do futuro.

O “modo escassez” pode fazer com que eu não enfrente uma dificuldade com sabedoria. Assim, identifico todos os meus medos e trabalho para substituí-los em minha memória. A autoconfiança aumenta desse jeito, substituindo experiências negativas por experiências positivas. É um exercício diário.

Sempre antes de dormir relembre tudo o que aconteceu de positivo no seu dia, e agradeça por isso. Conecte-se com a vida através da positividade e nada terá o poder de desequilibrar e tirá-lo da trilha do sucesso.

Entenda que o passado é um aprendizado, o presente é o único momento e o futuro dependerá dos seus pensamentos e atitudes no momento presente.

Se você sofre de medos, mas quer muito mudar, quer ter seu próprio negócio, abrir-se para novas oportunidades, então pratique exercícios que vão diretamente à fonte dos medos. Trabalhe sua memória e sua capacidade de refazer as conexões cerebrais.

Lembre-se que o cérebro é flexível e está em constante mutação, basta que você o direcione para o caminho certo, aquele que o fará mais livre, autoconfiante e com a autoestima necessária para viver qualquer coisa que se apresente.

Até já, abraços.

Yasser Alejandro

 

4 Atitudes Marcantes do Empreendedor

começo de sucesso

Vou falar das principais atitudes do empreendedor para obter sucesso no seu negócio, mas antes, vamos começar com 2 armadilhas malignas!!

Assista ao vídeo exclusivo:

7) UMA ARMADILHA PERIGOSA QUE VOCÊ PRECISA EVITAR

 

Na imensa maioria dos casos as pessoas querem todas as vantagens que o sucesso oferece: dinheiro, fama, status.

Alguns acreditam que sucesso depende da sorte, outros acham que depende da idade, outra parcela da população acha que a inteligência é o único critério. O fato é que o sucesso depende das suas ações no momento presente.

empreendedor

2 Armadilhas para o empreendedor

Uma ação começa no campo do pensamento e depois vai para o mundo material, então é bom eliminar da mente as armadilhas que se tornam verdadeiros bloqueios para todo empreendedor.

Já falei que o emprego é uma solução de curto prazo para um problema de longo prazo. 

Emprego nenhum vai lhe trazer segurança a longo prazo, muito pelo contrário, se você criar dependência do emprego a insegurança aumenta. Por incrível que pareça, é nessa situação que a maioria das pessoas se encontra, vivendo a ilusão de segurança no emprego ou como autônomas.

Porém, se você tem que estar presente o tempo todo no seu próprio negócio e essa situação não muda ao longo dos anos, então você é empregado de si mesmo, continua trocando tempo por dinheiro. Portanto, para quem quer empreender essa é uma armadilha perigosa a ser evitada.

1 – Esforços no lugar errado 

armadilha do empregoTudo bem se você precisar de um emprego para ter uma renda imediata, que lhe ofereça tranquilidade para realizar os seus projetos de longo prazo. Mas a primeira coisa que você precisa eliminar são os esforços futuros por um emprego tradicional, caso queira ter liberdade financeira. Depois, evitar os tipos de “negócio próprio” que vão consumir o seu tempo de vida por completo.

É lógico que nos primeiros anos (ou pelo menos no primeiro ano) de construção do seu ativo, você precisa estar 200% focado no seu negócio e, sabendo que dinheiro não vem fácil, o planejamento e as atitudes vão fazê-lo chegar ao equilíbrio ideal entre tempo livre x trabalho.

2 – Falsas desculpas

A segunda armadilha para evitar a todo custo são as desculpas. Parece pouco, mas são elas as que atrasam a sua evolução e adiam tudo o que tem que ser feito.

Para estruturar a base onde vai ser erguido o seu negócio, (ou seja, VOCÊ MESMO) a sua mentalidade tem que estar no caminho certo, e as desculpas que sua mente usa para escapar “da dor” podem estar te impedindo de caminhar. Cada um tem o seu “padrão de desculpas”, preste atenção para identificar o seu.

Por exemplo, o lugar onde você nasceu, a cor da sua pele, a sua idade, se você se considera ou não inteligente, a sua classe social, a educação que recebeu, se você tem sorte ou não, a sua família, enfim, a lista de desculpas segue infinitamente.

atitudes do empreendedor
Foto do site Deficiente Sim, Superar Sempre

Portanto, é importante que você não se esconda atrás das desculpas e que assuma a responsabilidade pelas suas ações no momento presente. Ao invés de se apegar a todas as razões que tem para se sentir uma vítima da vida, apegue-se às infinitas possibilidades que você tem para aprender e progredir.

Não deixe escapar nada, vá em frente e mergulhe de cabeça no desenvolvimento da atitude correta, para enfrentar os desafios que vêm com a responsabilidade de empreender. Inteligência não é tudo, talento não é tudo, o mais importante é como usar a inteligência e os pensamentos que são ditados por essa inteligência.

Desse modo, para alguém aprender qualquer profissão, não precisa ter um cérebro privilegiado, basta que a pessoa tenha um grande interesse por aquilo que quer realizar e ficar esperto para identificar as armadilhas que deve evitar.

4 Atitudes do empreendedor de sucesso

1 – Persistência

As atitudes do empreendedor de sucesso, é o que separa os “homens e mulheres, dos meninos”, como diz o ditado. Mesmo que existam crianças que já obtiveram uma certa noção do que é o empreendedorismo, começando bem cedo a lapidar as suas aptidões.

A persistência é um ingrediente fundamental para o empreendedor parece piegas, mas qualquer um que tenha seu próprio negócio irá lhe dizer que precisou de persistência para continuar.

2 – Atitude é Ação

atitude do empreendedor

O empreendedor sabe que suas ações vão influenciar o resultado do seu trabalho, é o que vai fazer a diferença entre quem prospera e quem não.

Colocar em prática, realizar e materializar ideias, dicas, sugestões e visões, é como falar para um nadador: “nade”. É o óbvio, é a atitude esperada em qualquer pessoa que queira fazer um negócio. Por isso, as suas atitudes são mais importantes do que a sua inteligência, porque é através das ações que vemos o que pode dar certo e o que devemos mudar.

3 – Visão

Algo bem gratificante para o empreendedor é manter a criatividade sempre viva. Ela o impulsiona a criar novas estratégias e a reformular outras. A Visão é uma atitude do empreendedor que se sente vivo e ativo, uma pessoa criativa que observa tanto dentro de sua empresa como fora dela.

4 – Desenvolvimento Constante de Atitudes Mentais Corretas

Livros, filmes, podcasts, grupos de empreendedores, exercícios físicos e mentais, cuidados com a saúde do corpo, troca de ideias com pessoas diversas, etc, são estímulos importantes para um empreendedor.

Em síntese, o desenvolvimento constante das atitudes mentais corretas são ingredientes fundamentais para uma pessoa ter sucesso.

Não existe um jeito fácil de se alcançar o sucesso. Ele se manifesta quando todas as condições que o sustentam foram criadas. Quando aquela semente, que é VOCÊ, tem todo o alimento necessário para crescer e se desenvolver.

Por tanto, continue em frente orquestrando o seu próximo passo, planejando a sua próxima tarefa e de preferência, sem desculpas!

Até o próximo artigo!

Como Ter Sucesso?

como ter sucesso

Vou falar sobre um poder inabalável para você “chegar lá”, respondendo à pergunta que muitos se fazem: como ter sucesso?.

Assista ao vídeo que responde essa pergunta:

6) MATERIALIZANDO AUTO REALIZAÇÃO, SATISFAÇÃO E SUCESSO.

 

Embora talvez você já tenha ouvido falar dele, pode ser que ainda tenha dúvida sobre o poder que vou apontar como essencial para qualquer tipo de sucesso. Nesse caso, este artigo vai ajudá-lo a entender essa questão de uma vez por todas.

A primeira coisa que precisamos colocar em nossas cabeças é: não há nada de errado em ter sucesso. Não é mesquinhez, arrogância, ganância ou sonho mirabolante. Todo mundo quer tirar o máximo de satisfação desta passagem chamada “vida”, todos queremos saber como ter sucesso. Ainda que muitos deixem de assumir isso publicamente.

Advindo do Latim, Sucessus significa “avanço, seguimento, resultado propício”. (Fonte: Origem da Palavra)

sucesso e amor

Sucesso significa status, prosperidade, viagens, segurança financeira, a possibilidade de oferecer o melhor às pessoas que você ama. Assim como, conquistar admiração, respeito e, sobretudo, liberdade. Inclusive aquela liberdade que não depende do dinheiro, aquela que vem do amor próprio.

Sucesso tem tudo a ver com auto realização em todos os campos da nossa vida. Ninguém gosta de se sentir inferiorizado e ninguém quer viver no ostracismo e na mediocridade, porém, poucas pessoas desenvolvem o poder que conduz ao sucesso.

Esse poder é o combustível fundamental para começar a direcionar a sua energia para o real sucesso. Esse poder é muito mais que um desejo.

Um desejo é apenas um desejo, ele tem um certo valor, mas ele por si só, não te levará a uma transformação profunda. Não te guiará para aquela transformação necessária, aquela transformação que vai abalar as suas estruturas e edificar um ser completamente renovado e alinhado com os seus objetivos.

As pessoas subestimam esse poder porque acham que se trata de uma espécie de “viagem” de pessoas otimistas, mas o fato comprovado é que esse poder transforma a química do seu cérebro. Ele te dá aquele gás necessário para você conseguir qualquer coisa na vida, estimula no seu corpo a produção de substancias essenciais para a felicidade e, consequentemente, para o sucesso.

Sem essas substancias sendo produzidas, a gente simplesmente vai se arrastando na rotina maçante, que o sistema reserva para os conformistas. Depressão, tristeza, solidão, tudo isso faz parte do mesmo pacote.

Um poder inabalável para alcançar o sucesso

poder sucesso utopia

O poder do qual estou falando lhe conduz por uma trilha de positividade e lhe ensina como ter sucesso em qualquer campo e situação da sua vida.

Esse poder, é a CRENÇA.  

A crença vai lhe proporcionar a energia e a habilidade necessária para começar a sua caminhada pela estrada do sucesso. Além de criar a noção de que você pode realizar algo, também vai aos poucos lhe mostrando o “como fazer”.

Em cima disso, veja os exemplos de sucesso na nossa sociedade. Você acha que os grandes empresários apenas “desejaram realizar” os seus projetos? Não! Eles acreditaram que era possível e se apaixonaram pelas suas ideias! Essa é a condição básica para a realização, a crença!

Acreditar com firmeza faz com que a mente trabalhe procurando meios para realizar o seu sonho. Você é aquilo que acredita ser. A mente é uma espécie de tela onde você projeta tudo o que quiser.

Inclusive, às vezes projetamos coisas que não nos levam a lugar nenhum e ficamos estagnados, porém, quando projetamos coisas realmente importantes e grandiosas o nosso corpo inteiro muda, a nossa química muda. O corpo, literalmente, se prepara para realizar aquilo que idealizamos e acreditamos.

Então, se você quer materializar alguma coisa encare a descrença como uma força negativa, porque a mente é uma verdadeira fábrica de pensamentos e esses pensamentos têm o poder de te influenciar, portanto, não se apegue aos pensamentos negativos.

Acredite, somos produto dos nossos próprios pensamentos. Sonhe grande, acredite honesta e sinceramente em você, no seu sucesso. Lembre-se que a mente tem a tendência a materializar tudo aquilo em que pensamos.

Portanto, sempre escolha o lado positivo de tudo o que acontecer com você, todos os acontecimentos são oportunidades de aprendizado, então, não faz sentido encarar certos acontecimentos como um castigo.

Como ter sucesso? Crie e potencialize sua crença!

Fontes:

Lipton, Bruce H. A Biologia da crença. Butterfly Editora, 2007.

Smith, Barbara Herrnstein. Crença e resistência. Unesp, 2002.

Chisholm, Roderick M. Teoria do conhecimento. Rio de Janeiro: Zahar, 1969.

Peale, Norman Vincent. O poder do pensamento positivo. Editora Cultrix, 2015.

Negócios do Futuro. Atenção!

futuro alvo negócio

Atenção! Vou entregar logo no primeiro parágrafo os conceitos vitais para construir negócios do futuro, ou seja, escaláveis e multiplicáveis à longo prazo:

Conectividade, relacionamentos e eficiência são novas formas de agir e pensar que podem ajudar você a construir negócios do futuro. Na verdade, são conceitos que se tornaram essenciais para qualquer tipo de negócio.

🎬 Assista ao nosso vídeo exclusivo:

4) CONECTIVIDADE, RELACIONAMENTOS E EFICIÊNCIA. GRANDES NEGÓCIOS!

O crescimento das compras virtuais e a demanda cada vez maior do consumidor, fazem com que seja necessário procurar novos caminhos aliados à tecnologia. Novas ferramentas vêm surgindo, se firmando, e passando por grandes transformações.

É só dar uma olhada na trajetória dos blogs. Nasceram apenas para registrar o dia a dia das pessoas e hoje são, inclusive, instrumentos poderosos para transformar ideias em negócios do futuro.

Além disso:

– As máquinas estão substituindo as pessoas;

– O que era tema de filmes de ficção científica hoje é muito comum;

– A tecnologia mudou TUDO;

– Há muitas pessoas com formação de nível superior que não conseguem emprego no seu campo de formação;

– O seu emprego pode não existir nos próximos dias.

É ingênuo pensar que algumas profissões estão seguras, e a revolução tecnológica está deixando bem claro que é uma questão de tempo, porque esse processo só vai acelerar.

Nesse contexto, muitas empresas estão se reinventando, então porque com você seria diferente?

Isto significa uma virada no jogo do poder social, pois a possibilidade de gerar renda e influenciar pessoas e decisões, deixa de ser exclusividade das grandes empresas, para se tornar acessível a qualquer pessoa.

É por isso que apesar de toda essa evolução tecnológica, as pessoas continuam sendo o tema fundamental dessa história.

Relacionamentos nos Negócios do Futuro

relacionamento nos negocios

Nos negócios do futuro os relacionamentos são o prisma apontado a partir do que vem acontecendo hoje. As pessoas são o objetivo mais importante, acima do produto, da oportunidade ou dos lucros.

Vendo desse ponto de vista, talvez tenhamos uma oportunidade única de estreitar laços, fazer conexões, e de ajudar as pessoas com que temos contato. Esse é um conceito importante que consideramos básico para nossos empreendimentos atuais e todos os negócios do futuro.

Aqui no Você Um Grande Negocio a premissa é começar e terminar nas PESSOAS.

Perguntas como:

O que eu posso oferecer de único para a sociedade?

Qual é o meu propósito e como meu trabalho se relaciona com ele?

São perguntas bem pertinentes nestes tempos onde a tecnologia ocupa um papel importantíssimo e sobretudo numa sociedade como a nossa, onde temos que lutar pelo nosso sustento diariamente.

Abolimos a ideia decadente da era industrial, onde o “todos contra todos” era um guia subentendido.

Estamos na era digital, onde a democratização da informação tem grande impacto no modo como nos relacionamos. Segundo os especialistas:

“A era da informação é mais do que uma mudança social. Ela é uma virada nos paradigmas da condição humana”.

Então, pense nos seus negócios do futuro e compare com os rumos que tomavam os negócios do passado. Quantidade de esforço não significa qualidade e mais resultados, e mãos calejadas não são mais sinônimo de trabalho honesto e lucrativo.

Esse raciocínio nos leva a uma palavra: eficiência.

Você é o Negócio do Futuro

Será que o caminho que você escolheu para tirar o seu sustento, é eficiente?  Já percebeu que você é o veículo, o negócio do futuro?

Não seria legal achar um meio de ganhar dinheiro onde a sua formação acadêmica, experiência profissional, cor, sexo e condição social não sejam um problema? Onde você empreende a partir de você mesmo?

negócios do futuro

As pessoas não querem mais gastar tempo e energia desempenhando uma função que não vá satisfazê-las de algum modo, certo?

Por isso é essencial colocar a sua energia num veículo que conecte você às pessoas, que proporcione satisfação, crescimento pessoal, e que gere lucros capazes de mudar vidas.

Também é necessário lembrar que tudo acontece em uma via de mão dupla, ou seja, você de um lado e as pessoas do outro. Sem que você perceba o seu potencial de ser único, não é possível fazer essa ligação.

Tudo começa com você mesmo, o verdadeiro negócio do futuro que pode ser construído, ou reconstruído a partir de novos conceitos.

Nesse cenário, o mundo do marketing e da propaganda vem se transformando a passos agigantados. Algumas empresas estão acompanhando essas transformações mostrando-se bem atrativas para os empreendedores que tem pouco dinheiro para começar.

A maioria dessas empresas usa uma forma de propaganda diferente para divulgar a sua marca e contar sua história. Elas buscam, primeiramente, aproximar as pessoas e criar vínculos até mesmo afetivos com elas.

Esse tipo de estratégia adequa-se perfeitamente à nova economia. Numa época marcada pelo crescimento das mídias sociais, a tecnologia chegou para mudar completamente o modo de ganhar dinheiro.

Menos stress, sem bater cartão, sem chefe chato pegando no seu pé, fazendo o seu próprio horário, conhecendo novas pessoas, fazendo uma parte do trabalho em casa (podendo até conciliar com o seu emprego atual, se você tem um) e a caminho de uma real liberdade financeira.

O próximo passo é entender o que é empreender e como a mentalidade correta vai guiar você e seus negócios do futuro. Abrindo-se para novos conceitos e entendendo como caminham as coisas, você terá motivação, coragem e bagagem suficientes para empreender.

Aqui, Você é um grande negócio. Você é o Negócio do Futuro. Continue com a série de artigos.

Compartilhe. 

Fontes:

Tonelli, Maria José. “Início de uma era disruptiva”. GV-executivo, v. 16, n. 2, p. 2-3, 2017.

Scussel, Fernanda Bueno Cardoso, et al. “O que é, afinal, Marketing de Relacionamento? Uma Proposta de Conceito Unificador.” Revista de Ciências da Administração 19.48 (2017): 9-23.

Carvalho, L. A. (Jan/Jun 2008). “A condição humana em tempo de globalização: a busca do”. Revista Visões 4ª Edição, Volume 1.

Chahad, José Paulo Zeetano. “Tendências Globais no Cenário Internacional e o Futuro do Trabalho: o Impacto sobre o Perfil dos Empregos.” (2017).

Prosperidade

prosperidade

 

A prosperidade acontece quando existe uma condição constante de desenvolvimento e progresso. Para estar próspero é preciso olhar com atenção e descobrir o que pode estar bloqueando o seu caminho.

Será que são as circunstâncias da vida? Os outros, as condições de nascença?  Neste ponto já quero deixar bem claro: a sua maneira de pensar e agir, são o ponto de partida.

Agora, se você acha que está tudo estabelecido e que a vida é um roteiro fixo que você não pode mudar, você está errado.

A escola nos prepara para trilhar um caminho com conformismo, como se houvesse apenas um meio de “se chegar lá”, mas a verdade é que existem outros caminhos e muitas oportunidades.

1) SAINDO DO AUTOMÁTICO. A MELHOR FORMA DE COMEÇAR O SEU NEGÓCIO E TER SUCESSO

É verdade que no mundo de hoje há muita gente tendo grandes ideias, mas a maioria não materializa essas ideias, por que será? Por que não prosperam?

O que impede a sua prosperidade?

impede a prosperidade

O inimigo número um da prosperidade é o tempo desperdiçado. Às vezes confundimos tempo livre com lazer e deixamos de focar no que é realmente importante.

Ficamos muito tempo entretidos com coisas que não levam a nada, dando atenção à programas de TV, livros ruins, filmes ruins, amizades e relacionamentos tóxicos, empregos desgastantes, enfim a lista é enorme de como desperdiçamos o nosso tempo precioso e sagrado de vida.

Isso acaba se tornando uma venda nos nossos olhos, que muitas vezes impossibilita reconhecer os nossos desejos e anseios.

A mente se distrai com facilidade e o foco fica perdido e, muitas vezes, confuso.

Se pensarmos na Prosperidade como um todo, abrangendo todos os campos da vida, vamos perceber que existem várias lacunas, como se essas partes que faltam estivessem relegadas a um segundo plano.

Enquanto estamos perdendo tempo com “coisas ruins”, rasas e sem qualidade, estamos ao mesmo tempo deixando de nutrir aquilo que irá contribuir para nossa qualidade de vida.

sem progresso

Medo e carência – um fator limitante ao progresso

Ficamos com medo de ter ideias que não se encaixem no contexto geral da sociedade porque não queremos ser excluídos: esse é mais um dos problemas que nos impedem de progredir.

Temos uma carência enorme por reconhecimento e afeto, e isso se reflete nos nossos relacionamentos. Assim como, na nossa relação com o outro, com nós próprios, e com a vida.

O medo de sofrer socialmente nos coloca basicamente dentro de uma caixa, calcificando partes de nós mesmos que teoricamente “dão certo”.

Pensamos que somos personalidades imutáveis.

fracasso

Quando eu era pequeno e apontava para minha mãe alguma falha que ela tinha cometido, ela simplesmente falava: “eu sou assim, e vou morrer assim!”.

Já imaginou que fardo pesado para se carregar? Você engessado numa personalidade que não lhe deixa enxergar além da “caixa”, lhe impondo conceitos limitantes a respeito de você mesmo? Não consigo imaginar tortura maior.

Às vezes ficamos completamente inconscientes de como estamos conduzindo a nossa vida, como num trem desgovernado.

Quando estamos presos nessa ignorância, parece que tudo acontece com a gente, nos tornamos vítimas, coadjuvantes do nosso próprio destino, reféns de tudo o que acontece no mundo e emocionalmente oprimidos.

Parece que a nossa vida é uma loteria, pois depende da sorte.

Mudar Para Prosperar

mudar para prosperar

Para prosperar é preciso mudar nosso ponto de vista a respeito de nós mesmos e do mundo.

Como eu disse anteriormente, é um bom começo parar de perder tempo com distração irrelevante e, em seguida, dar um basta ao medo de não ser aceito.

A Prosperidade é um estado amplo de circunstâncias, um lugar onde tudo converge positivamente para a sua felicidade, mas sem mudar não é possível prosperar.

Eu mesmo acompanho isso de perto, tenho inúmeros exemplos de mudança e de não-mudança à minha volta.

Não experimentamos uma mudança radical nas nossas vidas, porque não temos acesso à informação que pode nos tirar desse deserto – ou pelo menos, não sabemos onde procurar – e se tivermos a sorte dessa informação cruzar o nosso caminho, ainda temos que enfrentar o desafio de “pôr em prática”.

Não seria bom gerar aquela energia que lhe tira da sua zona de conforto e diz: “é possível, eu sou capaz, eu entendo e sei como fazer!”

É preciso parar de ser preguiçoso, de procrastinar aquilo que você sabe que tem que fazer para continuar em frente. A informação está aí, faça uso dela.

Seja um inconformado e veja qual é o seu propósito.

prosperar

Ser um inconformado pode lhe estimular a encontrar seu propósito de vida. Afinal, o que estimula você a fazer as coisas que você faz? O que te levaria para o próximo nível em direção a sua meta de vida? Você quer ou não a prosperidade, entende a magnitude disso?

É esse tipo de pergunta que te levará ao encontro do seu sonho.

Sonhos são materializáveis desde que você tenha a coragem de sair do “modo automático” e enxergar a realidade à sua volta.

Desemprego, crise econômica o tempo todo, “direitos” trabalhistas sendo cortados, mudanças nas regras da aposentadoria, o povo sempre pagando a conta por culpa de administrações falidas, uma remuneração que nunca alcança para nada, mesmo você tendo “um bom emprego”.

Ou seja, quanto mais fundo você cavar esse buraco, mais vai perceber que caiu no conto do vigário. E se você não se tornar responsável pela sua vida e suas ações agora, pode ser que depois seja muito tarde para corrigir a rota.

Prosperidade e Propósito

As coisas duradouras acontecem de dentro para fora e a tomada de consciência é essencial. Somente dessa forma você pode estar aberto para novas informações, novas regras, novas verdades e novas crenças.

A regra básica é questionar tudo o que não estiver servindo no momento, reescrever suas regras, e aplicar essa nova informação na sua vida tomando o seu propósito como guia.

Quando você souber qual é o seu propósito, as suas intenções mudarão, e serão essas intenções que o conduzirão na realização do seu sonho.

Só assim você estará seguro para gerar resultados acima da média e enfrentar os desafios de empreender.

Eu lhe convido para melhorar tudo na sua vida começando pelo básico, e não esqueça: tudo está conectado.

infográfico prosperidade

 

Frases de Prosperidade

Aqui cito algumas frases de Prosperidade que me inspiraram e podem te ajudar também.

“É assim que você explora as possibilidades. Começa com um sonho. Depois é uma questão de transformar este sonho em realidade. Quando uma pessoa começa a aceitar o seu próprio autovalor e se abre para a ideia de que é possível, ele atrai a abundância e a prosperidade para a sua vida. O mundo exterior é um reflexo do nosso mundo interior. Se alguém, no seu íntimo, está se sentindo bem, isso geralmente se reflete na sua aparência, e ele vai atrair experiências positivas para sua vida. É deste modo que a vida funciona. “ Armand D’Alo

“Acredite, acredite realmente, que é capaz de mover montanhas e você o fará. Não há muitas pessoas que acreditem ser capazes de mover montanhas. Por isso não há muita gente que consiga fazê-lo. ” David J. Schwartz

“Ninguém vai ordenar a um homem que se desenvolva(…) Um homem ficar para trás ou avançar em sua capacidade é uma questão que só depende dele próprio; é algo que exige tempo e dedicação. Ninguém pode fazê-lo por você. ” Ralph J. Cordiner

“Quando assumimos a atitude correta, nossa capacidade alcança o máximo de eficiência e, inevitavelmente, seguem-se os bons resultados.” Erwin H. Schell

 

“O que se encontra atrás de nós e o que se encontra à frente são problemas menores comparados com que existe dentro de nós. “ Oliver Wendell Holmes

 

“…Em vez de se preocupar se a lei da irradiação e da atração está operando com êxito na vida de outras pessoas, você deve seguir com ela, para comprovar por si mesmo os resultados do pensamento próspero. “ Catherine Ponder

“Evoluir significa tornar-se cada vez melhor em todos os aspectos da vida até se atingir o ponto máximo, que é ter prosperidade de tudo o que é bom. “ Deepak Chopra

“Abundância não é o que a pessoa tem. É um estado da mente. Muitas pessoas que têm sucesso na vida no aspecto financeiro, frequentemente têm crenças positivas sobre prosperidade e abundância. “ Kris Hallbom

 

Deixe o seu comentário, conte-nos sobre a sua visão de prosperidade!

Até mais!

Fontes:

Jackson, Tim. “Prosperidade sem crescimento.” Economia para um Planeta Finito (2013).

 

 

Tempo Livre e Liberdade Financeira. O Que São Ativos e Passivos?

liberdade financeira

Tempo livre e liberdade financeira: dois fatores que dependem de como você ganha e gasta o seu dinheiro, certo? Então é muito importante que você saiba diferenciar ativos e passivos! Entenda porquê.

3) COMO VOCÊ GANHA E GASTA O SEU DINHEIRO?

Criar um ativo é uma forma de gerar renda passiva, ou seja, como usar o seu dinheiro e como fazê-lo trabalhar para você.

ativos e passivos

Antes, veja se sua mente ainda está no passado.

As mudanças hoje em dia são maiores e mais aceleradas do que há poucos anos.

Apesar das aparências externas não demonstrarem essas transformações, o sistema está mudando a passos largos, e as formas de se gerar renda estão sendo adaptadas diariamente.

Alguns exemplos para ilustrar essas mudanças:

  • As reformas trabalhistas do último ano (2017) estão tirando garantias e postos de trabalho.
  • Hoje uma empresa não pode ficar de fora da Internet. Além disso, precisa competir com outras que operam diretamente pela rede (por aplicativos ou sites) como Airbnb, Uber, IFood, Magazine Luiza, TripAdvisor, entre tantas outras, que prestam os mesmos serviços que muitas empresas “ainda físicas”, ou seja, as que mantêm os velhos padrões de gastos com estrutura física.
  • A tecnologia está invadindo há décadas os postos de trabalho que antes eram ocupados por humanos (você entende isso quando liga para o seu banco ou uma empresa grande).
  • Os shoppings estão perdendo visitas porque muitas pessoas estão comprando pela internet.
  • Até astros da televisão e do cinema estão perdendo fãs para pessoas “comuns” do YouTube.

Bom, se você ainda estiver pensando como lhe ensinaram no passado, que aquelas informações aprendidas são suficientes para sua sobrevivência, então você precisa rever seus conceitos.

futuro renda

Vemos muitas pessoas que dependem do emprego para sobreviver e quando o perdem por algum motivo, vão em busca de outro, em uma roda interminável de dependência.

A liberdade financeira jamais chegará porque elas não fizeram nada de diferente para que isso aconteça.

A nossa educação de massa instaura em nós o medo de sermos diferentes, e impede que muitas pessoas procurem novas formas e ferramentas para resolver os seus problemas.

Outro exemplo, a faculdade.

Longe de mim dizer que não vale a pena estudar!!

Ao contrário, acredito que o conhecimento seja a base de tudo, porém a forma como se enxerga o caminho à frente é que está limitada.

As pessoas passam anos na faculdade e quando vão buscar um emprego se deparam com salários baixos.

À espera de uma promoção, entendem que nosso país (e o mundo) não promove ninguém que não tenha dinheiro para investir.

Para problemas contemporâneos, temos que achar soluções contemporâneas.

Estamos na era da informação (também conhecida como era digital, ou era tecnológica), então precisamos encontrar soluções que não estejam aliadas aos processos antigos de como ganhar dinheiro e buscar respostas atualizadas para como se ganha e como se gasta o dinheiro.

Entenda o que são Ativos e Passivos

Primeiramente, você precisa se preocupar com a sua maior riqueza: a sua educação. Começamos por um “ativo” e um “passivo” que são conceitos antigos, todavia, muito úteis para você entender como alcançar a liberdade financeira.

liberdade financeira

Ativos

Um ativo, a grosso modo, é tudo aquilo que continua gerando renda mesmo muito tempo depois de você ter investido tempo, esforço e dinheiro para construí-lo. Ele gera renda passiva, ou seja, você não precisa estar presente o tempo todo trabalhando nele para que gere lucro.

Assim, ativos são investimentos que podem ter como objetivos a geração de renda, a reserva financeira ou crescimento. Exemplos de ativos são: fundos imobiliários, ações, títulos públicos, mercado de opções, um negócio de marketing de rede entre outros.

Para aprender a ganhar e a multiplicar o dinheiro, você precisa investir tempo e esforço na sua educação financeira.

Não adianta nada ganhar rios de dinheiro, se você não sabe ou não se preocupa em multiplicar e reter uma parte dos seus ganhos.

Muitas pessoas que ganharam na loteria voltaram a ser pobres porque não souberam lidar com o dinheiro.

Então a questão não é como ficar rico rapidamente – esqueça essa ideia. A questão é: como posso cuidar da minha alfabetização financeira?

Passivos

Importante: não confundir com renda passiva!! Um Ativo gera renda passiva e um Passivo gera gastos. 

Às vezes gastamos anos da nossa vida investindo numa casa própria e num carro novo. Só que uma casa financiada e um carro novo (seja ele financiado ou não) são tipos de “passivos”. Eles são uma espécie de sanguessugas que drenam uma grande parte do seu dinheiro.

As pessoas recorrem a financiamentos, empréstimos e cartões de crédito achando que é a solução para os seus problemas. Não percebem que estão se metendo numa armadilha e que uma vez presos nela, é difícil sair.

Geralmente um salário alto representa mais gastos, e dificilmente se guarda uma parte desse dinheiro para reinvestir em alguma coisa que traga um lucro real a longo prazo.

Somos os mestres do imediatismo e dos projetos a curto prazo sem perceber que uma vida planejada, pode ser menos ansiosa, e com menos medo.

O que falta, além de saber como ganhar dinheiro na era das mudanças é saber como gastá-lo, retê-lo e multiplicá-lo.

Conclusão

Por isso é fundamental que você conheça a diferença entre um ativo e um passivo, e uma vez que você consiga entender a diferença, se concentre na construção de um ativo.

As pessoas que têm muito dinheiro e sabem como aumentá-lo, constroem ativos porque sabem que esse é o agente multiplicador que vai gerar mais lucro.

Eles inclusive reinvestem os seus lucros, fazendo com que o dinheiro cresça ainda mais.

E as pessoas que têm pouco dinheiro? Podem construir um ativo com baixos custos e contando apenas com o próprio trabalho?

Sim!

Um ativo pode ser construído a um baixo custo, muito trabalho, determinação e comprometimento, podendo gerar uma renda capaz de comprar outros ativos, dando-lhe tempo livre e liberdade financeira.

Para começar, concentre-se em reduzir os seus gastos.

Saia do jogo “do curto prazo” para entrar no jogo “do longo prazo”.

É como plantar uma árvore:

você a rega durante alguns anos, e então, um dia, ela não precisa mais ser regada. Suas raízes são suficientemente profundas para que essa árvore lhe proporcione frutos e sombra o resto da sua vida.

Aqui no Você Um Grande Negócio fornecemos material para você entender ativos e passivos, como transformar sua mentalidade e adquirir novos conhecimentos.

O fundamental é entender que abrir a cabeça e pensar a longo prazo são as melhores formas de garantir um futuro próspero. Mesmo que você tenha pouco dinheiro para investir, é possível conquistar a sua liberdade.

Venha com a gente!

Até o próximo artigo.

Fontes:

Ross, Stephen A., et al. Administração financeira. AMGH Editora, 2015.

Cherobim, Ana Paula, Antonio Lemes, and Claudio Rigo. Administração financeira: princípios, fundamentos e práticas brasileiras. Elsevier Brasil, 2017.

Santos, Flávia Karla Gonçalves, et al. “Conceitos e Fatores Determinantes para o Alcance da Produtividade.” Congresso Gestão Negócios TI–CONGENTI. Vol. 1. No. 1. 2017.

7 Características do Empreendedor

empreendedorismo

Você já deve ter ouvido falar muitas vezes sobre as principais características do empreendedor, mas, resumidamente, empreendedor é aquele indivíduo que procura auto realização. Ele assume responsabilidades para se tornar independente.

Por isso, existem inúmeras características que distinguem uma pessoa empreendedora do resto da população, principalmente daquelas que possuem um emprego tradicional.

Assista ao nosso vídeo exclusivo:

5) 7 CARACTERÍSTICAS DO EMPREENDEDOR.


Seguem as 7 características que julgo serem bem importantes, para você entender o que é “um perfil empreendedor”.

1) É apaixonado por novas ideias e as coloca em ação;

2) Ele tem visão, sabe identificar oportunidades e as transforma em algo lucrativo;

3) Quando o empreendedor inicia um projeto, estabelece metas e fica sempre de olho nos resultados para melhorar o seu sistema;

4) Buscando o sucesso do seu empreendimento, ele estimula a evolução constante na liderança, na motivação e na capacidade de planejar a longo prazo, monitorando e aumentando o desempenho do seu negócio;

5) O empreendedor é aquela pessoa que mesmo na sua vida social tem como pano de fundo as “ideias a serem realizadas”;

6) O seu fascínio por transformar as coisas é mais forte que ele. Ele acredita no sucesso e vai atrás, sem desculpas;

7) Ele tem o poder de assumir a responsabilidade e de conseguir seja lá o que se propuser.

Se você quer empreender, tem que aprender a escutar-se, a andar sozinho por lugares e situações que a maioria não anda, lidar com o medo e tirar do seu caminho tudo o que estiver atrapalhando a concretização do seu objetivo.

Enfim, para prosperar precisamos crescer e amadurecer.

Características do Empreendedor Observador

características do empreendedor

Olhar para si mesmo e ao seu redor são características do empreendedor que deu o passo mais importante: ele se tornou um observador. A partir daí ele pode enxergar o que precisa ser feito ou quais transformações são necessárias para seguir em frente. Por exemplo:

– Às vezes são questões e bloqueios internos que você sabe que precisa ultrapassar.

– Afastar-se de pessoas no seu convívio que o levam por um caminho contrário ao seu objetivo.

– Mudar algum hábito ou costume que não lhe deixa acessar a plenitude das suas capacidades.

– Abandonar a necessidade de ter atenção e aprovação da maioria.

O maior ativo que você construirá ao longo do caminho rumo a sua independência financeira, será você mesmo. Será esse o seu maior e mais precioso empreendimento. Afinal como você quer gerar lucros se não está sendo “lucrativo” para si mesmo?

Se você é daqueles que não se preocupa com a sua saúde física e mental, vive reclamando de tudo, espalhando energia negativa e acha que o mundo é seu inimigo, então você precisa “resgatar a si mesmo”, além de saber que está bem distante de atingir as características do empreendedor, seja ele pequeno ou grande.

Você precisa investir tempo e esforço em você, redescobrir e reaprender a olhar o mundo com otimismo e positividade. Não se deixe sugar por coisas sem sentido.

A Chave Mestra do Foco

foco empreendedor

Nesse trabalho de auto resgate você tem à disposição uma ferramenta valiosíssima. É uma chave mestra que vai fazer com que você tenha mais chances de se manter focado no seu objetivo.

Essa chave mestra se chama propósito.

O seu propósito pode ser ajudar a sua família, dar segurança para os seus filhos, ter recursos para dividir com quem precisa de comida, roupa, medicamentos. Pode ser simplesmente mudar o ciclo negativo das pessoas que estão à sua volta, mostrar outros caminhos.

Você tem que descobrir o seu propósito. O que estimula você a ser melhor a cada dia?

O propósito é a chave mestra do foco que, por sua vez, é primordial como característica do empreendedor –seu objetivo máximo, sua finalidade, o seu intuito mais íntimo.

Ao encontrar a chave mestra você poderá abrir todas as portas e gavetas, tanto de si mesmo como de tudo o que irá se apresentar adiante. Depois, você deve traçar uma estratégia baseada nas suas melhores habilidades, agindo sempre com consistência.

Em suma, é importante ter valores bem claros para viver de forma coerente e alinhado com eles. Nada no mundo externo pode preencher o lugar que ocupam os seus valores. Aos poucos você vai desenhando e direcionando a sua realidade para o seu objetivo.

Se for preciso mude o seu vocabulário. As palavras criam imagens tanto na sua mente como na mente de quem as escuta. Então cuide do modo como você se expressa.

Tenha a coragem de se tornar aquele que você quer ser, sua vida e seus negócios dependem disso!

Até o próximo artigo!

Fontes:

Hisrich, Robert D., Michael P. Peters, and Dean A. Shepherd. Empreendedorismo-9. AMGH Editora, 2014.

Baggio, Adelar Francisco, and Daniel Knebel Baggio. “Empreendedorismo: Conceitos e definições.” Revista de empreendedorismo, inovação e tecnologia 1.1 (2015): 25-38.

Janeiro, S. R. (1 de 8 de 2014). Sebrae. Fonte: Portal Sebrae | Sebrae

Emprego: Solução ou Problema?

emprego

A grande maioria das pessoas estão sempre atreladas à um emprego. Mas será que o emprego é uma solução ou um problema?

emprego cansativo

Não há segurança no emprego. São milhões de desempregados e o pior é que a qualquer momento pode ser a sua vez. Mesmo aqueles que se formaram em grandes universidades não têm os seus empregos garantidos!

A previdência e as suas reformas estão aí para deixar claro que depender só do emprego virou um risco enorme. Será que passar anos estudando para ser uma engrenagem obediente do mercado de trabalho é a melhor opção?

2) SEGURANÇA NO EMPREGO, RISCO DESNECESSÁRIO.

A nossa educação nos prepara para seguirmos essa trilha aterradora e molda a nossa mentalidade para que o emprego seja a base de segurança, o caminho certo. Segurança e retorno financeiro num modelo que aos poucos vai se mostrando ineficiente em cumprir o que prometia.

Portanto, o emprego é uma solução a curto prazo, às vezes a única forma de ganhar o dinheiro mínimo necessário para sua manutenção, todavia existem formas de planejar um futuro melhor, livre dessa dependência.

Falta trabalho para 27,6 milhões de brasileiros, aponta IBGE – G1 – 16/08/2018

Implicações do Emprego

O emprego, tal como o conhecemos, nasceu na Era Industrial, hoje vivemos na Era da Informação. Precisamos nos adaptar e mudar a maneira de enxergar aquilo que antigamente parecia inabalável e procurar novas alternativas.

outra alternativa para o emprego

Infelizmente a maioria de nós não tem uma visão de longo prazo e nem conhecimento de como o dinheiro funciona.

O máximo que conseguimos planejar são as próximas férias, sendo que dessa forma, nunca estamos preparados para tomar as rédeas da nossa vida financeira. Entramos na onda de gastar, mais do que poupar. Sempre precisando de mais dinheiro, nos tornamos cada vez mais dependentes do salário.

Enquanto isso, o emprego nos mantém nesse círculo vicioso que nos torna vulneráveis à procura de segurança, esperando por uma recompensa que nunca vem! Sempre estando com medo de arriscar e perder, passando a vida na rotina, fazendo as coisas consideradas certas, porém sem resultados. E se você tiver sorte, preso a um salário e com medo de perdê-lo.

“12,7 milhões de pessoas estão desempregadas no país” (G1 Economia – 2018)

No caso do dinheiro, a maioria das pessoas prefere sentir-se segura, não estuda formas de multiplica-lo.

Em suma, juntamos todas essas forças e temos pessoas entediadas, estressadas, de cara amarrada no trabalho e sem futuro.

Na verdade não enxergam outras alternativas! Em vista disso, acabam descarregando a raiva e a frustração em cima dos colegas de trabalho, da família ou das pessoas na rua.

Também não adianta dar as costas para o dinheiro e tentar diminuir a importância que ele tem.

Então, é possível pensar em uma escada, usar o emprego como ponte, aprender a lidar com o dinheiro e adotar estratégias que nos tornem menos dependentes do emprego, conquistando assim, mais autoconfiança, autonomia e realização

Medo de sair do emprego?

muito trabalho

Se existe tanto medo de não ter dinheiro suficiente, temos que nos fazer a seguinte pergunta:

– Qual seria a melhor alternativa, para o futuro, que trouxesse liberdade financeira, melhor qualidade de vida e mais tempo para desfrutá-la?

Eu aprendi a olhar para o meu futuro dessa forma, fazendo-me perguntas e buscando soluções. Acredito que o empreendedorismo é a alternativa para solucionar a vida cíclica do emprego. Mas como fazer isso?

Nosso material pode auxiliá-lo na jornada do empreendedor que passa a enxergar oportunidades, à curto e longo prazo, para alcançar uma vida mais equilibrada.

Além disso, entre erros e acertos, mostramos quais caminhos tomamos e como chegamos à essas conclusões que mudaram completamente a nossa relação com o trabalho.

Faça parte da nossa comunidade, e acompanhe nossas publicações.

Até o próximo artigo!

Fontes:

Tiriba, Lia. “Trabalho, educação e autogestão: desafios frente à crise do emprego.” Revista Trabalho Necessário 3.3 (2018).

Salgado, Julia, and Bruna Bakker. “”Quando a crise faz o empreendedor”: desemprego e empreendedorismo no jornal o estado de S. Paulo. Contemporanea-Revista de Comunicação e Cultura 15.2 (2017): 590-608.

Tittoni, Jaqueline. Trabalho, poder e sujeição: trajetórias entre o emprego, o desemprego e os” novos” modos de trabalhar. Consultor Editorial, 2017.

WhatsApp chat